habgussen@uol.com.br – abgussen@hotmail.comFone.: (31) 3491-3518 – Cel.: (31) 99972-7370

logo

INFORMAÇÕES iMPORTANTES

POR QUE FAZER ANÁLISE DE ÁGUA EM LABORATÓRIO CERTIFICADO

A água é o elemento mais importante para a vida. Costumamos ingerí-la através de várias fontes no dia a dia, como em casa, no trabalho, em lugares públicos, lanchonetes, etc. Mas, nem sempre nos preocupamos sobre a qualidade da água.

Mesmo sendo límpida nem sempre é própria para consumo humano e é onde entra a importância da análise físico-químico e microbiológica de água e aplicação de leis rígidas que regem cada uso, aspectos permitidos, análises necessárias e periodicidade.

laboratório de análise de água possui equipamentos de ponta para realizar os parâmetros e processos de acordo com cada norma e certificado por órgãos competentes que acompanham desde a coleta até a emissão do relatório de análise de água.

 

Como fazer análise de água em laboratório?

Empreendimentos, locais públicos e pessoas físicas que possuem poço artesiano ou outras fontes de captação subterrânea ou superficial,  podem e devem fazer a análise de suas águas, mas antes precisam verificar com um consultor ambiental, profissional especialista ou com o próprio laboratório quais normas são deverão ser seguidas.

A água é considerada um solvente universal, pois possui componentes que vão desde muito benéficos a muito nocivos à saúde. Na sua análise são extraídas as seguintes informações:

  • Análise Física da Água: são realizados processos para obtenção de resultados que indicam aspectos como cor, turbidez, sólidos totais, sólidos dissolvidos, sólidos suspensos, odor e sabor, ou seja, tudo que são detectáveis através dos sentidos.
  • Análise Química da Água: através de procedimentos laboratoriais, são determinadas as quantidades de substâncias minerais e orgânicas e também o pH, dureza, alcalinidade, oxigênio dissolvido, nitrato e fosfato.
  • Análise Microbiológica da Água: faz a análise de coliformes totais e termotolerantes em água. Estes microorganismos patogênicos indicam que há contaminação por fezes humanas ou de animais, causando graves infecções.

amostragem da água deve ser realizada de forma correta para garantir que os resultados estejam de acordo com a realidade. Entenda as etapas de análise compreendido em, amostragem, conservação, processamento das amostras e emissão do parecer técnico.

Confira alguns tipos de análises físico-química e microbiológica da água:

Análise de água superficial

O objetivo desta análise de água em rios, lagos, riachos e cachoeiras – que recebem a denominação de águas superficiais – é avaliar e identificar possíveis contaminações. Estes corpos d’água passam por vários locais sobre o solo e, em seu caminho, pode acontecer o lançamento incorreto de efluentes. Se identificado os agentes tóxicos, de acordo com a Resolução CONAMA 357 de 17/03/2005, o responsável deve tomar as devidas providências para enquadrar-se dentro dos padrões permitidos por lei.

laboratório de análise de água poderá efetuar a captação das amostras sendo, à montante (de onde vêm as águas) e na jusante (de onde se dirigem as águas). Este tipo de análise é muito importante, pois, várias cidades, comunidades e animais dependem da água destes locais para sobreviverem.

 Análise de água subterrânea

análise em água de poço artesiano e semiartesiano é um exemplo que pode ser feito para garantir a qualidade da saúde dos usuários e animais que dependem da mesma.

Por meio desta análise, é possível identificar se o local está contaminado por poluentes existentes no solo, lançamento de efluentes ou pesticidas, além de verificar qual sistema de tratamento de água deverá ser implantado, de modo que garanta a sua qualidade e suprir a demanda existente no local.

As leis que orientam este tipo de análise são:

Lei 10.406 de 10 de janeiro de 2002

Lei nº 6.938, de 31 de agosto de 1981

Resolução CONAMA nº 420 de Dezembro de 2009

Resolução CONAMA nº 396 de Abril de 2008

 Análise da potabilidade da água

Você sabe se a água que consome em locais públicos ou na empresa onde trabalha é realmente potável? Provavelmente, você respondeu não. Esta análise se baseia na Portaria de Consolidação nº 5, de 28 de Setembro de 2017 – Anexo XX – Padrão de Potabilidade para Consumo Humano (Portaria 2914),para garantir que a água não tenha micro-organismos e bactérias que são nocivas para a saúde humana e fornece providências como a limpeza de caixas d’águas, canos e filtros. As doenças mais comuns pela água contaminada são: cólera, febre tifóide, hepatite A, rotavírus e parasitose. Comumente, esta análise é feita semestralmente.

  Análise de água mineral envasada

Assim como a anterior que visa garantir se é segura para consumo humano, a análise de água mineral envasada também investiga se as propriedades físico-químicas e microbiológicas estão de com o permitido, mas desta vez a legislação considerada é a RDC nº 274 e 275.

Para ser considerada mineral esta água deve ter presença de sais, devido ao contato com rochas minerais no solo, mas por alguma razão pode haver algum tipo de contaminação, fazendo com que esteja imprópria para ingestão.

  Análise de água purificada

Há dois tipos de água purificada, a destilada e a deionizada (ou desmineralizada). A água destilada é o estado puro da água, sem adição de qualquer substância. É utilizada em laboratórios na fabricação de remédios e como não há substâncias importantes para os humanos, sua ingestão não é recomendada.

Já a água deionizada ou desmineralizada também é um estado puro da água, mas sua forma final é através de um processo diferenciado. Suas aplicações são em hospitais e laboratórios de análises clínicas.

O intuito desta análise é garantir que os parâmetros estejam de acordo com as normas vigentes.

  Análise de água de piscina

Curtir uma piscina em momentos de lazer, seja em época de calor ou frio (com aquecimento ou não), é ótimo. Nós adultos adoramos nadar, praticar exercícios físicos e as crianças amam brincar na piscina.

Mas, o seu uso coletivo como as de clubes, academias, spas e hotéis, podem ter bactérias causadores de problemas graves como pneumonia, infecções urinárias, candidíase, sífilis, leptospirose, gonorreia e cólera. Por isso, a análise microbiológica da água é tão importante.

Outros parâmetros analisados na água são os físico-químicos, de acordo com a ABNT NBR 10818:01/2016:

  1. Turbidez: visualização da luz no fundo da piscina;
  2. pH: quanto mais ácida, mais mal ela nos causa;
  3. Cloro: se houver pouca quantidade não está sendo suficiente para matar bactérias e fungos. Se houver grande quantidade pode causar alergias e irritações nos usuários;
  4. Sólidos: teor de substâncias orgânicas e inorgânicas;
  5. Alcalinidade: necessário para calcular a quantidade necessária de produtos químicos para tornar a água própria para consumo;
  6. Dureza: quanto mais alta a dureza da água, menos ela está propensa a dissolver os produtos químicos;
  7. Ferro, cobre e manganês: em alta quantidade, estas substâncias deixam a piscina com uma coloração diferente e com aspecto de sujeira.

Aproveite e leia também sobre Como funciona um laboratório de análises ambientais para entender como é montado de tal forma que possa garantir a credibilidade dos resultados.

Procurando onde fazer análise de água em BH ou em todas as regiões de MG? Entre em contato conosco e realize suas análises de água superficial, subterrânea, potabilidade, água mineral envasada, purificada e piscina.

Neste artigo sobre análise de água, você aprendeu a importância de apenas consumi-lo dentro dos padrões. Interessa-se por dicas de economia de água? Leia sobre As vantagens do sistema de captação de água de chuva em empresas e residências.

Fonte: Terra Consultoria e Análises Ambientais